domingo, 11 de março de 2012

Dicionário de Ballet

O livro Dicionário de Ballet escrito por Madeleine Rosay foi lançado em 1965. O meu exemplar é da 5ª edição, de 1980, da Editora Nórdica. Comprei em 2010, usado, pela Estante Virtual, depois de procurá-lo muito em livrarias e sebos físicos e virtuais. Nas suas 167 páginas apresenta a nomenclatura dos passos do ballet, traduzindo do francês sempre que possível, e também palavras importantes para a uma aula, como os números e partes do corpo em francês.


Mas não é apenas um dicionário, pra lembrar que Assemblé significa juntos ou reunidos. A autora fala dos 18 tipos de assemblé, explicando sobre a execução correta de cada um. É livro pra consultar sempre e se divertir.

  

 
NA ORELHA DO LIVRO:

"Madeleine Rosay foi a nossa primeira bailarina formada no Teatro Municipal do Rio de Janeiro. Foi a primeira também a introduzir a dança popular brasileira nos Cassinos da Urca, Quitandinha e outros. Vem-se dedicando ao ensino do ballet clássico e dirigiu por sete anos a Escola de Danças Clássicas do Municipal, além de produzir constantemente coreografias em vários Estados do Brasil. Trabalhou na TV e no cinema, em filmes como Bonequinha de Seda, com Gilda de Abreu. Foi diretora do Clube Israelita Brasileiro e mantém uma coluna mensal no Jornal Israelita. Chefiou duas excursões de professores e alunos ao Congresso Mundial de Ballet, em Moscou. Em 1981, foi assessora de Ballet da FUNARJ, sob direção de Dalal Aschar. Desde 1979 idealizou o Dia da Dança, dando oportunidade para que as academias de dança se encontrassem. Em 1982 realizou o 1º Encontro de Grupos de Dança, no Maracanãzinho, em homenagem ao Ano Internacional do Idoso."

Tem mais sobre a autora em http://wikidanca.net/wiki/index.php/Madeleine_Rosay

quarta-feira, 7 de março de 2012

La Fille Mal Gardée

Bailado-pantomima em 2 atos e 3 cenas
Música de Ferdinand Hérold
Libreto e Coreografia de Douberval
Estréia em 1786, em Bordéus. Reestréia em 19 de setembro de 1827, na Ópera de Paris.
Coreografia de Frederik Ashton (estréia em 1960, com o Royal Ballet)

 

Personagens

Lise, uma jovem camponesa
Simone, sua mãe, viúva, dona de uma fazenda, geralmente interpretada por um homem
Colas, jovem camponês, apaixonado por Lise
Thomas, rico produtor de vinhos
Alain, filho de Thomas, desengonçado e ridículo
O Notário da aldeia
Camponeses
Galinhas

Primeiro Ato

Primeira Cena
Cenário: Uma pequena aldeia, a esquerda a casa da viúva Simone. O dia amanhece.


Lise está apaixonada por Colas, um camponês das redondezas. Mas sua mãe, Simone, planeja casá-la com o filho do Sr. Thomas, que possui um vinhedo e é muito rico. Alain, o filho de Thomas, é desengonçado e ridículo, e Lise fará de tudo para ficar com seu verdadeiro amor. O primeiro ato transcorre numa série de confusões, onde Lise e Colas tentam se encontrar, fugindo da severa vigilância da mãe. Destacam-se a Dança das Galinhas, o solo de Lise com a fita e o pas de deux de Lise e Colas com a fita, fazendo belos desenhos.

Segunda Cena
Cenário: Um trigal 

A colheita foi feita e todos festejam alegremente. Thomas, querendo impressionar, trouxe um carrinho puxado por um pônei, onde coloca Lise. Usa-se um pônei de verdade no palco. Uma tempestade dispersa a festa. Alain, sempre descordenado, é arrastado pela força do vento.
 

Segundo Ato

Cenário: Interior da casa da fazenda de Simone e Lise.

Mãe e filha estão chegando encharcadas pela chuva. Simone tranca a porta e coloca a chave numa enorme corrente, no bolso de sua saia. Cada uma coloca um lenço. Simone vai trabalhar na roca, e Lise a ajuda a enrolar o fio. A velha adormece logo. Lise tenta pegar a chave para fugir, mas a mãe acorda. As duas dançam com um pandeiro.
Simone volta a dormir. Colas aparece no postigo da porta. Os dois se abraçam e se beijam. Percebendo que Simone está acordando, Colas fecha o postigo, e Lise volta a dançar.
Batem na porta. São os aldeões que vêm cobrar pelo seu trabalho. Simone lhes paga e dança com eles, depois sai deixando Lise trancada.
De repente, Colas surge do monte de feixes. Os enamorados trocam juras de amor, dançam com seus lenços e os trocam. 
Percebendo que a mãe está voltando, Lise esconde o namorado num quarto em cima da escada. A jovem finge que está varrendo, mas a velha desconfia de algo, porque a filha está com um lenço diferente, e pergunta onde o arranjou. Lise fica confusa, e Simone, querendo castigá-la, tranca a filha no quarto, sem saber que lá está escondido Colas.
Batem na porta. Chegam Thomas, Alain e o notário da aldeia para fazer o contrato nupcial. Alain chama os camponeses para presenciarem a assinatura. Simone diz para Alain ir buscar Lise no quarto, mas, assim que sobe as escadas, Colas barra seu caminho.
Lise aparece. Os dois namorados se ajoelham e imploram que os deixem se casar. O notário e os camponeses fazem torcida pelo casal. Afinal, Simone dá seu consentimento, para tristeza de Alain e Thomas. O bailado termina com uma grande festa rústica, e um pas de deux dos noivos.
 
Adaptado do livro Os mais famosos ballets, de Edgard de Brito Chaves Júnior. Ediouro, 1988


segunda-feira, 5 de março de 2012

Aniversário!

Comemoramos os 4 anos da Aplausos no dia 29 de fevereiro! As alunas organizaram uma festinha, com bolo e a vela que acende sozinha!

Sopramos nossa velinha renovando nossos pedidos de continuar convivendo com alunas "queridas e boas", com alegria e dedicação, talento e esforço, muito trabalho para muitos sucessos!

É muito bom relembrar tudo o que vivemos e construimos nesses 4 anos. Lindas apresentações, muitas aulas e ensaios, prêmios e reconhecimento. Grandes amizades que ficarão para sempre!

Agora umas fotos pra recordar a inauguração da nossa escola, no dia 29 de fevereiro de 2008!


PARABÉNS APLAUSOS!

PARABÉNS PRA TODAS E TODOS QUE FAZEM DESSA ESCOLA SEMPRE MELHOR!